FEIPOL-Sul se solidariza com policias civis do Paraná, que continuam sendo perseguidos pelo governador Ratinho Jr.

A perseguição do governador Ratinho Jr., aos policiais civis, chegou à beira do absurdo. O último ato de perseguição, foi uma ação de reintegração de posse de uma área que está sendo ocupada pelos policiais militares, em frente ao Palácio do Governo. Na Ação Judicial, o governo alega que os policiais civis estão promovendo risco à população com a ocupação e que, na Marcha que acontecerá neste sábado (21) com a presença do Presidente da República, os mesmos poderão trazer risco à população, com protestos contra o governo. 

O absurdo, é que os Policiais Civis não têm nada a ver com a ocupação da área em frente ao Palácio. Quem está lá é a Policia Militar. Seria cômico se não fosse trágico. A área de inteligência do Governo Ratinho Jr., não consegue distinguir a diferença entre as polícias do estado. A sanha pela perseguição aos policiais civis é tão grande, que cega o governo, ao ponto de “confundir” a Polícia Militar com a Polícia Civil.

Veja, abaixo, o vídeo do SINCLAPOL, explicando a situação:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Education Template